Café: a base da economia campesina de Aracruz

20/04/2017 Fotos: Ubiraci de Marchi
Aracruz tem cerca de 1.300 propriedades cafeeiras, responsáveis por 5 mil hectares

Aracruz tem cerca de 1.300 propriedades cafeeiras, responsáveis por 5 mil hectares

As plantações de café no município de Aracruz se perdem no horizonte se pensarmos na dimensão que ocupam: são pelo menos cinco mil hectares de cafezais, que representam 75% das 1.800 propriedades rurais localizadas, principalmente, nos distritos de Guaraná e Jacupemba, segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Mas o café vai além da representatividade territorial, sendo responsável, também, por movimentar a economia e gerar emprego e renda para famílias do campo aracruzense. “O café conilon é a base da economia campesina de Aracruz”, afirma o secretário municipal de agricultura, Renato Pereira Sobrinho.

De acordo com ele, a maioria das lavouras é de alta produtividade e a colheita anual pode ultrapassar cem mil sacas. “O café representa 3% do Produto Interno Bruto (PIB) de Aracruz. Por ano a produção chega a 140 mil sacas, o que torna a cafeicultura o carro chefe da nossa economia”, explica o secretário.

Segundo o Incaper, grande parte do café conilon de Aracruz é produzido pela agricultura familiar e atende ao mercado interno, enquanto uma parcela menor é exportada. Na colheita a produção chega a atingir quase cem sacas por mês.

Prefeitura oferece apoio a produtores rurais

Segundo a Secretaria de Agricultura (SEMAG) na colheita deste ano, que terá início em meados de maio, a prefeitura irá disponibilizar aos produtores do município um caminhão com objetivo de auxiliar cerca de 80 cafeicultores. “Essa parceria vai facilitar o transporte para aqueles que não possuem um veículo adequado para fazer o deslocamento do café até a cooperativa, em Guaraná”, comenta Ronival Marim, vice-presidente da Cooperativa Agrária dos Cafeicultores da Região de Aracruz (Cafeicruz).

Além deste convênio a Prefeitura de Aracruz, por meio da SEMAG, oferece aos produtores rurais do município outros serviços, como palestras de conhecimentos técnicos em diversas culturas, auxílio no transporte de calcário da mineradora até a propriedade, ajuda na preparação do solo para plantio, transporte de mudas e, também, manutenção das vias para escoação da produtividade.

Segundo Renato Sobrinho, o produtor pode procurar a SEMAG para tirar dúvidas ou buscar apoio. “Primeiramente orientamos o produtor a procurar uma associação, mas, caso ele não seja associado, pode vir até a secretaria que o atenderemos conforme os critérios legais”, explica.

Serviço
A Secretaria Municipal de Agricultura está localizada dentro do Parque de Exposição de Aracruz, na Rua Girandir Peiruchi, s/n, bairro Planalto. Os telefones para contato são: 27 3270-7062 ou 2100.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Luã Quintão
Tel. (27) 3270 7070
E-mail: comunicacao@aracruz.es.gov.br