Data: sábado, 08 de agosto de 2020
Horário de Brasília: 05:56
Clima

Formação continuada em Educação Especial capacita profissionais da rede municipal

29/07/2020 Arquivo Semed

Cerca de 145 Auxiliares de Professores da Educação Básica (APEB`s) da rede municipal de ensino estão participando de uma formação continuada com o tema "Educação Especial numa Perspectiva Inclusiva". O curso, que começou neste mês de julho, é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e está acontecendo quinzenalmente por videoconferências devido à pandemia.

O papel principal de um APEB é auxiliar os professores acompanhando ainda mais de perto os alunos com deficiência ou transtorno global do desenvolvimento. De acordo com a professora de educação especial, Adriana Azeredo, o objetivo do curso é aprimorar a prática desses profissionais. "Por meio da formação vamos poder colaborar ainda mais com a inclusão das crianças com deficiência ou algum tipo de transtorno no ensino regular. Hoje, temos aproximadamente 450 alunos que necessitam desse acompanhamento na educação infantil e no ensino fundamental", explica Adriana, que está coordenando o curso com o apoio das professoras Mara Ivone Rocha e Michelle Bustamante.

De acordo com a secretária interina de Educação, Rosa Maria Ghidette Rocha, a Semed tem um plano de formação continuada para todos os profissionais da educação, mas essa é direcionada somente aos auxiliares da educação básica, e tem o objetivo de prepará-los para oferecer um serviço de melhor qualidade a todos os alunos da educação especial.

Para a auxiliar Esther de Souza Vieira, da EMEF Coqueiral, o aprendizado teórico está sendo fundamental. "Fiquei muito feliz com a iniciativa porque muitas vezes não sabemos como lidar com determinadas situações, e entender a parte teórica nos ajuda muito na prática. Também está sendo muito importante aprender mais sobre a legislação e a importância dela na inclusão social e escolar", relata Esther.

A orientação é que os pais ou responsáveis por crianças ou adolescentes com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades, que ainda não estão matriculados no ensino regular, procurem a Secretaria de Educação do município, assim serão direcionados à escola mais próxima da residência e orientados sobre o atendimento educacional especializado.

TEXTO: Michely Melotti
E-MAIL: comunicacao@aracruz.es.gov.br